quinta-feira, 12 de julho de 2007

O princípio das dores

Com os informes que recebia da Ordem de Melquisedeck, Zacharias seguia com Saulo para tentar intimidar a ação dos Nazirenos, mas mantinha encobertas a todo custo quaisquer pistas que comprometesse a Ordem de Melquisedeck, deixando Saulo desconfiado e deixando Herodes e Pilatos suspeitando dele.
Herodes tinha mais urgência para acabar com a Ordem de Melquisedeck e as seitas messiânicas por causa de sua esposa, a rainha Erade. Ela, como muitos nobres e aristocratas, tinha um grande fascínio pelas Artes Ocultas e Ritos Ancestrais, o que fazia com que ela realizasse pequenos encontros no palácio para encenar as cerimonias e evocações. Isto e o fato dela ser sua meia-irmã a tornavam um alvo certo nas mensagens escatológicas dos muitos profetas messiânicos.
Certamente o mais irritante era um tal de Johannes, que não aceitava suborno nem se intimidava. Boatos diziam que ele era um dos muitos messias que agiam na Judéia sob o comando da Ordem de Melquisedeck. Herodes sabia que não podia confiar totalmente em Zacharias e os informes de Saulo a Pilatos lhe dava margem para nomear mais secretários para investigar as seitas, com a ajuda dos Romanos. Com esse auxilio extra, Johannes foi preso e torturado, mas nada falou, apenas repetia sua retórica enfadonha. Herodes deixou Johannes aos cuidados de seus verdugos e foi se preparar para uma festa que a rainha Erade ia dar para ele, para poder incluí-lo em seu grupo de praticantes de Artes Ocultas.
A festa, como é de se esperar, é uma imitação grotesca das cerimônias sagradas, executada por pessoas sem preparação, cheia de curiosos e praticantes de diversas artes de magia, misturando tudo em um frenesi carnavalesco, evocando e ofertando a diversos Deuses e Deusas ali representados por estátuas, sem qualquer respeito à cultura, aos mitos, aos povos e a estes Deuses. Como Herodes nunca havia conhecido os Ritos Ancestrais, só tinha um conhecimento muito superficial através de textos e de ouvir falar, aquilo para ele parecia normal e correto.
O grande problema e perigo em grupos formados sem qualquer iniciação, treinamento, tradição e linhagem é que acabam seguindo as correntes da moda ou as orientações de um vigarista, trazendo graves conseqüências a estas pessoas.
Em um dado momento, a rainha Erade fez sua filha Almina dançar para o rei Herodes, que aceitou a dança achando que era parte do culto. O que Herodes não esperava é que Almina terminou a dança com ele no chão, onde tiveram um contato íntimo na frente de convidados. Depois, a rainha Erade disse o preço de ter esse privilégio de ser iniciado por Almina dentro do grupo dos nobres, esquecendo de que nenhum dos presentes era sacerdote ou iniciado. O preço era a cabeça de Johannes, cortada e trazida em uma bandeja de prata.
Zacharias, juntamente com Saulo, observavam que os Nazirenos estavam nervosos e inquietos, quando então veio o anúncio pelo mensageiro do próprio rei Herodes confirmando a execução de Johannes. Os próximos poderiam ser qualquer um naquele cômodo. Saulo comemorou efusivamente, mas Zacharias ficou chocado, pois ele sente a proximidade do fio da espada no seu pescoço.

Nenhum comentário: